[ EDIÇÃO 2019 ]

Diálogos para uma agenda construtiva
Em um contexto em que a polarização política se tornou um fenômeno evidente e global, o estabelecimento do diálogo entre os atores do setor público e privado é fundamental para alcançar uma agenda construtiva em benefício de todos e todas.
Seja qual for o posicionamento ideológico e partidário que divide uma sociedade, para o fortalecimento da democracia brasileira é necessário que a agenda de governo e o processo de formulação de políticas públicas sejam orientados para a proteção de direitos humanos fundamentais de todos os cidadãos.
Sob o tema “Diálogos para uma agenda construtiva”, o Brazil Forum UK 2019 apontou para o futuro: quais eram os desafios e propostas do novo governo e da sociedade civil para solucionar problemas estruturais e trilhar um caminho rumo ao desenvolvimento sustentável e inclusivo no Brasil? 
A quarta edição do Brazil Fórum UK foi realizada nos dias 18 e 19 de maio de 2019 e reuniu especialistas e autoridades de diferentes pontos de vista e setores da sociedade para debater sobre questões essenciais e urgentes ao desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil.
O evento acontece ao longo de dois dias nas conceituadas universidades de Oxford e London School of Economics and Political Science (LSE), é organizado por estudantes brasileiros de pós-graduação no Reino Unido e realizado sem fins lucrativos, com o objetivo de proporcionar um ambiente de neutralidade para estimular um diálogo inteligente, pluralista, independente e inclusivo.

[ PARTICIPANTES 2019 ]

Luís Roberto Barroso é Ministro do Supremo Tribunal Federal, é Doutor pela UERJ, Mestre pela Yale Law School e pesquisador visitante em Harvard. O Ministro também é professor titular da UERJ, professor do Centro Universitário de Brasília e conferencista visitante em diversas universidades estrangeiras. O Brazil Forum UK tem a honra de recebê-lo como Presidente Honorário.
José Eduardo Carneiro Queiroz é sócio-diretor do escritório Mattos Filho. Assessora companhias abertas, bancos e fundos de investimento, com forte atuação também em operações de fusões e aquisições e de mercado de capitais. Além de atuar em transações financeiras, assessora clientes em questões regulatórias relacionadas à regulação bancária de mercado de capitais, além de representar clientes em processos administrativos nessas áreas de atuação junto ao Banco Central do Brasil (Bacen) e Comissão de Valores Mobiliários (CVM). José Eduardo é bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) e tem graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) com especialização em Economia e Ciência Política pela Universidade de Georgetown (EUA).
Marcelo Pacheco dos Guaranys tem 41 anos de idade e atualmente é Secretário Executivo do Ministério da Economia. Servidor da carreira de Auditor Federal de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional, tem graduação em Economia e também em Direito, é especialista em Law and Economics e mestre em Direito Público. Durante sua carreira, trabalhou com regulação de serviços públicos e infraestrutura no Ministério da Fazenda e no gabinete da Presidência da República. De 2007 a 2019 atuou como Diretor de Regulação Econômica da Agência Brasileira de Aviação Civil, e em 2011 foi nomeado Diretor-Presidente da Agência pelos cinco anos seguintes. Antes de assumir a Secretaria Executiva do Ministério da Economia, ocupava a Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República (2016-2018)
Mônica Bergamo é jornalista e colunista para a Folha de São Paulo e BandNews FM. Ela graduou-se em Comunicação Social pela Cásper Líbero, e já trabalhou nas revistas Playboy, Veja São Paulo e Veja.
Benedita da Silva é deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores. Formada em Auxiliar de Enfermagem e Serviço Social, a sua trajetória de lutas e conquistas quebrou todos os tabus das esferas políticas, pois foi a primeira mulher negra a ocupar os cargos de vereadora do município do Rio de Janeiro, deputada federal da Assembleia Constituinte de 1988, senadora da República e governadora do Estado do Rio de Janeiro. Além disso, foi ministra da Secretaria Especial de Trabalho e Assistência Social, durante o primeiro governo do presidente Lula, momento embrionário do maior programa de combate à fome do mundo, o Bolsa Família.
Cid Gomes é senador pelo Ceará. Nascido em Sobral e engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Ceará, conquistou seu primeiro mandato eletivo em 1990, como deputado estadual. Quatro anos depois foi reeleito ao parlamento e se tornou presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Em 1996 foi eleito prefeito de Sobral, sendo reeleito quatro anos depois. Em 2006 foi eleito pela primeira vez Governador do Ceará, sendo reeleito em 2010, vencendo ambas as as eleições no primeiro turno. À frente do Governo do Ceará, Cid realizou diversos projetos na área de educação, como o Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic) e as Escolas Estaduais de Educação Profissional. Foi Ministro da Educação durante o segundo governo Dilma Rousseff.
Marcel van Hattem foi eleito o deputado federal mais votado pelo Rio Grande do Sul e atualmente é líder da bancada do Partido Novo na Câmara dos Deputados. Possui bacharelado em Relações Internacionais e especialização lato sensu em Direito, Economia e Democracia Constitucional, ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Obteve o grau de mestre em Ciência Política pela Universidade de Leiden e em Jornalismo, Mídia e Globalização pelas Universidades de Aarhus, na Dinamarca, e de Amsterdã, na Holanda. Iniciou carreira profissional como entregador de jornais e como repórter no Jornal Dois Irmãos. Foi colaborador convidado da Revista Voto e contribuiu com artigos de opinião e matérias para diferentes órgãos da imprensa brasileira, incluindo Zero Hora, Jornal do Comércio e O Estado de S. Paulo. Atuou na divisão internacional do Ministério dos Assuntos Econômicos, Agricultura e Inovação do Reino dos Países Baixos, em Haia e fundou a Argumento – Consultoria para Líderes de Expressão. Foi eleito em 2004, aos 18 anos, vereador de Dois Irmãos. Concorreu a deputado estadual e foi diplomado, em 2014, como primeiro suplente do Partido Progressista (PP), exercendo mandato de fevereiro de 2015 a março de 2018. Notabilizou-se por proferir no Parlamento gaúcho discursos a favor das ideias de liberdade e contra ideologias estatistas e coletivistas. Uma seleção dos seus mais impactantes pronunciamentos, comentados, foi publicada no seu livro “Somos Nós Com Uma Voz: do megafone à tribuna em defesa da Liberdade, do Estado de Direito e da Democracia”, lançado pela LVM Editora.
Carlos Márcio Cozendey é atualmente o Delegado do Brasil para Instituições Econômicas Internacionais baseadas em Paris. Nascido em 1963 no Rio de Janeiro, ele graduou-se em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e possui mestrado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. O Embaixador Cozendey possui larga experiência em diplomacia econômica e negociações multilaterais; ao longo de sua carreira, participou em diversos fóruns econômico-financeiros. Antes de assumir sua atual posição, ele atuou como Subsecretário Geral para Relações Econômicas e Financeiras no Itamaraty e como “sherpa” brasileiro no G20. Ele também serviu como Secretário de Assuntos Internacionais no Ministério da Fazenda, representando o país no G20, BRICS e UNASUL. Presidiu o Conselho de Administração da Agência Brasileiro Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) e foi Diretor Alterno do Brasil no Conselho de Administração do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês). No Itamaraty, ele chefiou o Departamento Econômico, o Departamento para Assuntos Financeiros e Serviços e a Divisão do MERCOSUL. Serviu na Missão Brasileira para Comunidades Europeias, em Bruxelas, na Missão Brasileira para Organizações Internacionais, em Genebra, e na Missão Brasileira para a ALADI, em Montevidéu. Ele também ocupou a posição de Assessor Especial do Secretário-Executivo da Câmara Brasileira de Comércio Exterior (CAMEX) e foi professor de Economia no Instituto Rio Branco.
Patrícia Campos Mello é repórter especial e colunista da Folha de S.Paulo e comentarista das TVs Band e BandNews. Foi vencedora do Prêmio Internacional de Jornalismo do Rei da Espanha, prêmio de Jornalismo Humanitário do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, grande prêmio Petrobrás, grande prêmio Folha e Prêmio Estado. É formada em Jornalismo pela Universidade de São Paulo e tem mestrado em Business and Economic Reporting  pela Universidade de Nova York, onde recebeu uma bolsa de estudos. Idealizou o premiado projeto Mundo de Muros, especial multimídia sobre a crise das migrações feito em quatro continentes. É autora do livro “Lua de Mel em Kobane” (Cia das Letras) e "Índia - Da miséria à potência" (Planeta).  É senior fellow do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI).
Maria Helena Castro é conselheira do Conselho Nacional de Educação e presidente da Comissão de Formação de Professores. Socióloga, mestre em Ciência Política pela Unicamp, professora aposentada da Unicamp. Foi presidente do INEP, secretária executiva do MEC e secretária estadual de  Educação de São Paulo. Coordenou a implantação dos sistemas de avaliação da educação ( SAEB, ENEM , Provão), a implantação do PISA no Brasil e presidiu o comitê gestor da Base Nacional Comum Curricular de educação básica. Autora de diversos artigos, capítulos de livros e organizadora de vários livros sobre a educação brasileira.  É membro da Academia Brasileira de Educação e da Academia Paulista de Educação. Atualmente é embaixadora do PISA for Schools no Brasil.
Walfrido Warde é Presidente do IREE. Advogado, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da USP e em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. LLM pela New York University School of Law e Doutorado em Direito Comercial pela USP. Pesquisador bolsista no Max-Planck em 2004, 2005, 2007 e 2008. Autor de diversos artigos e livros, com destaque para o best-seller “O Espetáculo da Corrupção”, que radiografa os efeitos devastadores dos crimes de colarinho branco no Brasil e analisa os equívocos do sistema criado para enfrentá-los.
Cristina Tardáguila é fundadora da Agência Lupa, a primeira agência de fact-checking do Brasil. Desde março de 2019, assume o cargo de diretora associada da International Fact-Checking Network (IFCN), em Tampa (EUA). É graduada e pós-graduada em Jornalismo (pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pela Universidad Rey Juan Carlos de Madrid, na Espanha, respectivamente). Possui MBA em Marketing Digital pela Fundação Getúlio Vargas-RJ. Em seu currículo como repórter e editora, acumula passagens pelos jornais O Globo e Folha de S.Paulo, além da revista Piauí. É autora dos livros "A arte do Descaso", que conta a história do principal roubo de arte do Brasil, e "Você foi Enganado", sobre as mentiras dos últimos presidentes do país - ambos editados pela Intrínseca. Apresentou dois TEDx sobre notícias falsas e foi duas vezes finalista no "Prêmio Comunique-se", na categoria jornalista empreendedor.
Lavinia Barros de Castro possui Doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 2009) e Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2006 - programa de doutorado sanduíche com a Berkeley University of California). Atualmente trabalha no Departamento de Planejamento Estratégico do BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, professora assistente da Faculdade de Economia e Finanças IBMEC e professora convidada em MBAs organizados pela Coppead. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em política monetária, regimes cambiais, economia brasileira, financiamento do desenvolvimento, bancos de desenvolvimento, cenários de longo prazo e planejamento estratégico. Co-autora e co-organizadora de vários livros sobre economia brasileira, incluindo Economia Brasileira Contemporânea, vencedor do prêmio Jabuti em 2005.
Jean Wyllys é graduado em jornalismo e mestre em Letras e Linguística pela UFBA. Foi redator do Correio da Bahia e trabalhou em diversos veículos de comunicação, além de ter sido professor universitário no mestrado em HIV/Aids e Hepatites Virais da UNIRIO. Foi deputado federal pelo PSOL por dois mandatos. Em 2005, Wyllys venceu o BBB, levando para um dos programas mais populares da televisão aberta o debate sobre a homofobia. Cinco anos depois, foi eleito deputado federal pelo PSOL, sendo o primeiro ativista gay a conquistar uma cadeira no Congresso. Autor de projetos como o casamento civil igualitário, a legalização do aborto, a regulamentação do trabalho sexual, a lei de identidade de gênero, o parto humanizado, a legalização da maconha e a escola livre de preconceitos, ele conquistou sua reeleição em 2014 com quase 145 mil votos. Jean foi incluído em 2015 na lista das 50 personalidades mais importantes na defesa da diversidade pela revista britânica The Economist. Apesar de reeleito em 2018, Jean não tomou posse como Deputado Federal e atualmente vive na Europa, onde tem participado de conferências como ponto crítico ao atual governo no Brasil.
Roberto Waack é Diretor Presidente da Fundação Renova, dedicada à reparação e restauração do Rio Doce, MG. Sócio fundador da Amata S. A. onde foi CEO e Presidente de seu Conselho de Administração. Co-fundador da Coalizão Brasil Clima Florestas e Agricultura. Foi Presidente do Conselho Internacional do FSC – Forest Stewardship Council e do WWF-Brasil. Foi membro de conselhos de organizações como GRI – Global Reporting Initiative, Instituto Ethos, FUNBIO – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade, IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, ISE Bovespa e EPC/FGV – Empresas para o Clima da Fundação Getúlio Vargas, IPAM – Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, entre outras. Foi presidente da Orsa Florestal e diretor de empresas farmacêuticas como Boehringer Ingelheim, Vallée e Pasteur Mérieux. Biólogo e Mestre em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Economia da Universidade de São Paulo, com concentração na área da Nova Economia Institucional.

Raquel Franzim é educadora desde 1995, atuou como professora, coordenadora pedagógica e formadora de professores. Destes, 14 anos foram dedicados ao ensino público na rede municipal da cidade de São Paulo. Especializou-se em educação infantil e possui experiência de trabalho com adolescentes e jovens em medida sócio-educativa e qualificação profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade social. No Instituto Alana coordena a área de educação e o Programa Escolas Transformadoras do Brasil, uma co-realização com a Ashoka.

Raul Jungmann é ex ministro da Reforma Agrária, da Defesa Nacional e da Segurança Pública. Foi deputado federal (2003/2011 e 2015/2019), Secretário Executivo do Ministério do Planejamento e Gestão, Presidente do Ibama e do Incra, Presidente do Conselho de Administração do BNDES, Presidente da Comissão de Segurança Pública e Vice Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Foi Vereador do Recife de 2013 até 2015.
Elena Landau é economista e advogada. Atuou como Diretora de Desestatização no BNDES durante o primeiro mandato do Presidente Fernando Henrique Cardoso. Também presidiu o Conselho de Administração da Eletrobrás. A sra. Landau tem uma exitosa carreira como consultora e é Presidente do LIVRES, um movimento que defende a liberalização do comércio e da economia no Brasil.
Sônia Guajajara, indígena do povo Guajajara, é do Território Indígena Araribóia Município de Amarante do Maranhão. Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Maranhão, pós-graduada em Educação Especial e atualmente compõe a coordenação executiva da Articulação dos povos indígenas do Brasil. Em 2018 foi candidata à vice-presidência da República na chapa com Guilherme Boulos pelo PSOL. Como uma das principais figuras da liderança indígena do Brasil, já recebeu diversos prêmios como reconhecimento ao seu trabalho e a luta que faz em defesa dos Direitos Humanos e territoriais dos povos indígenas e do meio ambiente.
Edu Lyra, 30 anos, é jornalista, autor dos livros Jovens Falcões e Da favela para o mundo, um dos roteiristas do filme "Na Quebrada" e fundador do Gerando Falcões, que, em 5 anos, atende de forma recorrente mais de 1800 famílias de periferia de São Paulo através da educação por meio da cultura, esporte, qualificação profissional e geração de oportunidade. Por conta do seu trabalho, Edu foi selecionado pelo Fórum Econômico Mundial, como 1 dos 15 jovens brasileiros que podem mudar o mundo, fazendo parte do Global Shapers. Saiu na Lista da revista Forbes entre os 30 jovens mais influentes do Brasil, com menos de 30 anos. Recebeu o prêmio Jovem Empreendedor do ano pelo LIDE. E foi eleito Paulistano Nota 10 pela revista Veja. Prêmio Jovem Brasileiro na categoria Social 2015/2016, Prêmio Abraps Virada Sustentável 2017 categoria Redução das Desigualdades, Empreendedor do Ano pelo Lide 2017, Prêmio Medalha Cidade de São Paulo em 2018.
Melina Risso é Diretora de Programas do Instituto Igarapé e co-autora do livro Segurança Pública para virar o jogo. Melina atua com o tema da Segurança Pública há mais de quinze anos. Foi diretora do Instituto Sou da Paz, OSCIP dedicada a reduzir a violência no país. Seu trabalho sempre esteve ligado ao desenvolvimento e aprimoramento das políticas públicas passando pela formulação, implementação e avaliação. Tem uma ampla experiência no trabalho com as polícias e municípios. Participou de pesquisas ligadas ao tema de controle de armas, uso da força por parte das polícias e sistema de justiça criminal e foi integrante do Conselho Nacional de Segurança Pública. Melina atuou também fora do Brasil. Foi visiting scholar na George Mason University na Virginia/EUA, palestrante em diversos eventos na América Latina como Women’s Forum; Tejiendo redes - Geografía del delito da UNODC; V Seminario Internacional de Inteligência Estratégica da Polícia Nacional colombiana. Em 2011 foi a oradora da sociedade civil no monitoramento da Declaração de Genebra sobre violência armada e desenvolvimento do qual o Brasil é signatário. É co-fundadora do Movimento Agora!, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e consultora do BID. Melina é doutora e mestre em Governo e Administração Pública pela FGV e graduou-se em comunicação social na ESPM.
Débora Garofalo, formada em Letras e Pedagogia com Especialização em Língua Portuguesa pela Unicamp e Mestranda em Educação pela PUC SP. Professora há 14 anos da rede Pública de Ensino de SP, estando há 4 anos como Professora de Tecnologias, criadora do trabalho de Robótica com Sucata. Colunista de Tecnologias do site da Revista Nova Escola e Editora Moderna. Vencedora do Prêmio Professores do Brasil na temática Inovação na Educação, Vencedora do Desafio de Aprendizagem Criativa do MIT Lab e Top 10 no Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação.
Caio Megale é Secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação, é formado em economia pela USP, com mestrado na PUC-Rio. Sua dissertação de mestrado venceu o Prêmio BNDES em 2005. Caio foi Secretário Municipal da Fazenda de São Paulo de janeiro de 2017 a dezembro de 2018. No mesmo período, Megale foi vice-presidente da ABRASF - Associação Brasileira de Secretários de Finanças das Capitais. Entre 2011 e 2016, Caio Megale foi associado do Itaú Unibanco e um dos responsáveis pela equipe de economistas do banco. Anteriormente, foi economista do Lloyds Asset Management, Máxima Asset Management e Gávea Investimentos. Em 2005 participou da fundação da Mauá Investimentos, da qual foi sócio e Economista Chefe até 2010. Megale foi professor de economia na PUC-Rio e no IBMEC SP, e tem artigos publicados nos principais jornais do país.
Wagner Rosário é ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) desde 13 de junho de 2018, tendo atuado como ministro substituto de junho de 2017 a junho de 2018. Graduado em Ciências Militares pela Academia das Agulhas Negras e mestre em Combate à Corrupção e Estado de Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha, também já atuou como Oficial do Exército. Natural de Juiz de Fora (MG), Wagner Rosário é auditor Federal de Finanças e Controle desde 2009. Tornou-se o primeiro servidor de carreira da CGU a assumir o cargo de secretário-executivo e ministro da Pasta. No órgão de controle interno do Governo Federal, trabalhou também na área de Operações Especiais, responsável por investigações conjuntas de combate à corrupção, em articulação com a Polícia Federal, ministérios públicos (Federal e Estadual) e demais órgãos de defesa do Estado. Escreveu trabalhos, como a tese “O papel do controle interno na luta contra a corrupção, com ênfase na investigação conjunta desenvolvida no Brasil e na Espanha”, publicada em 2016.
Sérgio Olimpio Gomes, conhecido como Major Olimpio, é paulista de Presidente Venceslau/SP e Policial Militar da Reserva, tendo exercido suas funções na ativa por 29 anos. É bacharel em ciências jurídicas e sociais, jornalista, professor de educação física, técnico em defesa pessoal, instrutor de tiro e autor de livros voltados para a questão da segurança. Sérgio Olimpio foi Deputado Estadual por São Paulo durante os anos de 2007 e 2015, bem como Deputado Federal entre os anos de 2015 e 2019. Em 2019, tomou posse como Senador da República, tendo sido eleito por São Paulo com mais de 9 milhões de votos.
Antonio Carlos Magalhães Neto, nascido em Salvador no dia 29 de janeiro de 1979, mais conhecido como ACM Neto, é prefeito reeleito de Salvador, com 74% dos votos nas eleições de 2016. Advogado formado pela UFBA (Universidade Federal da Bahia), ACM Neto entrou na vida pública incentivado pelo avô, o senador Antonio Carlos Magalhães (1927-2007). Foi eleito deputado federal pela primeira vez em 2003 e, depois, renovou mais duas vezes o mandato, sendo o parlamentar mais votado da Bahia. Antes, entre 1999 e 2002, foi assessor da Secretaria de Educação da Bahia. Desde 2018, ACM Neto é o presidente nacional do Democratas.
Eduardo Leite é o governador do Estado do Rio Grande do Sul, eleito com 3.128.317 votos, o que corresponde a 53,62% dos votos válidos nas eleições de 2018. Nascido em Pelotas, em 10 de março de 1985, tem mandato até 2022. Chegou ao Palácio Piratini aos 33 anos de idade. É o governador mais jovem do Brasil. Leite começou cedo a trajetória na política. Foi prefeito de Pelotas entre 2013 e 2016, após receber 110 mil votos. Antes disso, foi Secretário Municipal, Vereador e Presidente da Câmara Municipal na mesma cidade. Durante os quatro anos à frente da prefeitura de sua cidade natal, modernizou a gestão, priorizou a austeridade fiscal e, assim, conseguiu o equilíbrio das contas. Garantiu financiamentos para a realização de grandes obras de infraestrutura e reestruturação do sistema de mobilidade urbana, além de melhorar índices de Saúde e de Educação. Terminou o mandato com 87% de aprovação popular nas pesquisas de opinião. Por considerar a reeleição um problema no atual sistema político brasileiro, não concorreu a um novo mandato e indicou como candidata a vice-prefeita, Paula Mascarenhas, que foi eleita com 112 mil votos. Eduardo Leite foi escolhido pela revista norte-americana Americas Quarterly como um dos cinco políticos mais promissores da América Latina, entre os nomes com menos de 40 anos de idade. Estudou políticas públicas na Columbia University, em Nova York, Estados Unidos, e cursa mestrado em gestão pública na Fundação Getúlio Vargas.
Flávio Dino é Governador do Estado do Maranhão. Foi presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE) e secretário‐geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Foi Deputado Federal entre 2007/2011. É professor de Direito Constitucional e Mestre em Direito Público (UFPE).
Fernando Gallo é gerente de políticas públicas do Twitter no Brasil desde 2016. Atua no diálogo com atores de governo e da sociedade civil em temas de políticas de internet como liberdade de expressão, educação e segurança na rede, e direitos humanos.

[ ORGANIZAÇÃO 2019 ]

Caio

Garcez, Rio de Janeiro/RJ

Coordenador de Logística

MA Candidate in Education

University College London

Catarina
Ferraz,
Recife/PE

Coordenadora de Conteúdo

LL.M Candidate in Commercial and Corporate Law

Queen Mary University of London

Cristiano

Gomes, Salvador/BA

Coordenador de Finanças

 

MBA  Candidate 

London Business School

Filipe

Portela, Recife/PE

Coordenador de Patrocínio

 

LL.M Candidate in Tax Law

Queen Mary University of London

Marcus Thulio

Bezerra, Caruaru/PE

Coordenador de Comunicação

LL.M Candidate in International Financial Law

King's College London

Ana Paula

Mansur, Rio de Janeiro/RJ

Comunicação

 

MSc Candidate in Media, Communication and Development

LSE

Bruna

Araújo, João Pessoa/PB

Logística

 

MSc Candidate in Public Policy and Administration

LSE

Bruna

Oliveira, Salvador/BA

Logística

MSc Candidate in Political Economy of Late Development

LSE

Claudia

Orrico, Salvador/BA

Patrocínio

LL.M Candidate in International Tax

King's College, London

Diogo Luiz

Cordeiro, Rio de Janeiro/RJ

Conteúdo

MSc Candidate in Regulation

LSE

Felipe

Tirado, Belo Horizonte/MG

Conteúdo

LL.M Candidate in Transnational Law

King's College London

Gabriela
Bazzo,
Florianópolis/SC

Comunicação

MSc Candidate in International Migration and Public Policy

LSE

Isabela Castilla

Corrêa, Lima/Peru

Logística

BSc Candidate in Social Policy and Economics

LSE

Joe

Brandon, London/UK

Comunicação

MSc Candidate in Globalisation and Latam Development

University College London

Julia Carnevalli Durigan, Jaboticabal/SP

Logística

MSc Candidate in Law and Finance​

University of Oxford

Lara Coelho

Amorim, Belo Horizonte/MG

Comunicação

 

MBA  Candidate 

London Business School

Lucas Brandão Caiado, Goiânia/GO

Conteúdo

Master of Law Candidate

University of Cambridge

Luciane

Pivetta, Cuiabá/MT

Conteúdo

LL.M Candidate in Transnational Law​

King's College London

Luiz

Loureiro, Rio de Janeiro/RJ

Patrocínio

LL.M Candidate in International Tax

King's College, London

Pedro Stoeckli

Pires, Belo Horizonte/MG

Logística

MPP Candidate in Public Policy

University of Oxford

Priscila Bellini Carmona, São Paulo/SP

Comunicação

MSc Candidate in Gender, Media and Culture 

LSE

Rafaela Guerrize

Conte, Cuiabá/MT

Conteúdo

MSc Candidate in Regulation

LSE

Renan de

Souza, São Paulo/SP

Comunicação

MA Candidate in International Relations

Goldsmiths University of London

Roberto 

Monteiro, São Paulo/SP

Patrocínio

MBA Candidate​

London Business School

Wander

Damasceno, Fortaleza/CE

Finanças

BSc Candidate in Business

LSE

Thiago Elert Soares, São Paulo/SP

Conteúdo

MSc Candidate in Development Studies

LSE

Yuri Arabadgi de Andrade, São Paulo/SP

Finanças

MSc Candidate in International Migration and Public Policy 

LSE

Créditos: Ju Sampaio